Alpe d'Huez no verão

Alpe d'Huez

Entre os Alpes franceses se destaca por sua belezaAlpe d'Huez, município localizado no departamento de Isère que faz parte do maciço Grandes Rousses, acima do Oisans. A altitude varia entre um mínimo de 1850 e um máximo de 3300 metros acima do nível do mar, e nesta passagem entre montanhas médias e altas alojam-se numerosos tipos de ambientes com características paisagísticas completamente peculiares.

Este maciço constitui, de facto, uma referência muito importante para o turismo, devido à sua beleza sugestiva de seus panoramas, que alternam lagos alpinos acessíveis no final de caminhadas relaxantes (para experientes e iniciantes) com a dureza das grandes altitudes, a neve perpétua e a natureza incontaminada.

Desta variedade surge como consequência direta um amplo leque de opções de atividades: Alpe d'Huez oferece férias perfeitas para todos os tipos de turistas, sejam eles famílias, jovens casais que desejam passar um fim de semana romântico, grupos de amigos em busca de aventura ou amantes. de tranquilidade que escolhem a montanha para proporcionar uma pausa na rotina frenética que enfrentam todos os dias entre o trabalho e mil tarefas e preocupações.

Neste local não faltam formas de passar o tempo e divertir-se, assim como opções de alojamento: estão disponíveis vários tipos de instalações, desde grandes hotéis a hotéis de luxo completos com piscina interior, spa e mil opções para relaxar em pleno conforto, até aos chalés mais modestos que permitirão aos seus hóspedes saborear o sabor rústico da serra, oferecendo-lhes uma vista deslumbrante que enquadrará a sua estadia para proporcionar umas férias inesquecíveis.

Lagos Alpe d'Huez

seções da página

Ofertas vantajosas em Val Gardena

Descubra as melhores ofertas para passar umas férias de verão inesquecíveis nas Dolomitas de Val Gardena, com pacotes de férias a preços vantajosos em hotéis e apartamentos em Ortisei, Santa Cristina e Selva di Val Gardena

Chalé nas Dolomitas

Descubra as melhores ofertas para passar as férias de verão nos melhores chalés e cabanas alpinas das Dolomitas, as melhores estruturas imersas no coração das Dolomitas com um típico estilo alpino

adv

Nesta região identificada como Auvergne-Rhône-Alpes, existem numerosos lagos naturais que representam outros tantos destinos para percursos pedestres, para quem prefere caminhos mais relaxantes, ou trekking, para os entusiastas da aventura em busca de adrenalina. A escolha, de facto, é muito ampla e inclui tanto percursos que podem ser percorridos por qualquer pessoa, independentemente do seu nível de preparação física, como outros que são adequados para especialistas e particularmente desportistas.

Entre os corpos d'água mais sugestivos, o Lago Branco, de origem glacial. Está localizado a uma altitude considerável, ou seja, aproximadamente 2500 metros acima do nível do mar e tem 14 hectares de largura. A sua superfície está rodeada por numerosos caminhos que correspondem a outros tantos percursos que conduzem a este ponto. Precisamente o facto de estar a uma altitude elevada confere ao Lac Blanc um ponto de vista privilegiado sobre o maciço das Grandes Rousses, mas a sua atractividade deve-se também ao facto de ser conhecido como local de pesca.

Subindo mais adiante você se depara com o Lago Fare, perto da cidade de Oz. Com os seus 2640 metros acima do nível do mar, está situado directamente no coração do maciço montanhoso, ocupando uma área de oito hectares e meio, onde a beleza dos picos e de uma natureza perfeitamente intacta se reflecte nas águas límpidas, também generoso com os pescadores. Assim como o Lac Blanc, o Lago della Fare também é acessível por vários caminhos, todos cuidadosamente sinalizados.

Muito mais modesto em tamanho, porém, é o Lago Balme Rousse, que se estende por apenas dois hectares, a uma altitude de 2510 metros. O município de referência para chegar a este lago é Vaujany, a apenas 18 km do já mencionado Bourg d'Oisans. Situado num planalto caracterizado por um declive suave, o Lago Balme Rousse está localizado perto de muitos outros corpos de água, dentro de uma área protegida que constitui uma janela única para os glaciares e uma paisagem árida, que acolhe extensões esporádicas de prados alternados com acumulações frequentes de rochas, dando origem a uma atmosfera quase lunar.

Para coroar tudo, pequenos lagos (como o Lago Tissot ou o Lago Jasse) que pontilham a paisagem como pequenas joias verdes e azuis. Esta zona presta-se bem tanto à pesca da truta como aos passeios pedestres, que podem ser feitos entre um lago e outro, obviamente tendo em conta que esta experiência exige muito tempo e é um programa bastante exigente fisicamente.

Pontos de interesse cultural

Quem busca cultura e aprecia principalmente a beleza das obras do homem encontrará também neste local atrativos que não pode deixar de conhecer. Uma delas é certamente representada pela igreja de Notre-Dame del Neiges, que abriga um precioso órgão de tubos, criado a partir do projeto de Jean Guillon, organista titular da igreja parisiense de Sant'Eustachio.

Procedamos pois pela ordem, deixando a majestade dos lagos de grande altitude para nos dedicarmos à descoberta deste edifício de construção recente. Na verdade, foi construído entre 1968 e 1970 para ser um ponto de referência do culto católico. O projeto do arquiteto Jean Marol previa uma estrutura cilíndrica de concreto que funcionaria como fulcro central de todo o complexo, que deveria se estender inteiramente até ele. A modernidade desta construção destaca-se de modo a ser notada ao caminhar pelas ruas do centro histórico, graças à sua originalidade (a forma aliás lembra vagamente a silhueta da Virgem, da qual deriva o nome) e aos esplêndidos vitrais janelas de vidro.

Para os amantes da história, é obrigatória uma visita a Brandes, onde existe um sítio arqueológico que inclui uma aldeia mineira e um castelo do século XII. Este local situa-se a 1180 metros acima do nível do mar e, na sequência da inundação dos túneis mineiros de Galena no século XIV, foi abandonado. Hoje este local é um precioso monumento histórico da época medieval e um destino popular para os amantes da espeleologia: numa posição acima do planalto encontra-se, de facto, a gruta Théophile, no interior da qual existem conformações para admirar mesmo através de um percurso aquático.

finalmente, o Museus Alpe d'Huez, a começar pela Casa do Patrimônio de Oisans, que além de narrar a história desta região, também abriga uma maquete de pista de bobsled que em 1968 foi utilizada durante os Jogos Olímpicos de Inverno realizados em Grenoble.

Perto do Lago Verney, porém, fica o Museu do Conservatório das Indústrias Hidrelétricas, premiado com o título de Musée de France, que traça o desenvolvimento das tecnologias utilizadas nas barragens utilizadas para a produção de eletricidade, graças a um grande acervo de máquinas industriais. , terminais e outros tipos de objetos, dispostos em um espaço com superfície superior a 1000 metros quadrados. Além disso, daqui os visitantes do museu podem observar a usina hidrelétrica mais otimizada e potente de todo o país, a Grand Maison.

Os visitantes podem fazer um passeio pelo Museu Huez e Oisans, que oferece uma visão abrangente desta região, do ambiente natural que a caracteriza e das pessoas que nela vivem. Acima de tudo, o itinerário centra-se na época dos mineiros, compreendida, como vimos, entre os séculos XII e XIV. Outros temas amplamente abordados são a vida quotidiana durante a Idade Média, a Segunda Guerra Mundial e a Resistência.

Esportes e outras atividades

Para os mais activos, Alpe d'Huez é um verdadeiro parque infantil, graças a um grande sortido de propostas para diversas actividades desportivas e passatempos. Já falamos muito sobre excursões e caminhadas, que certamente não podem decepcionar os entusiastas, conduzindo-os por caminhos de rara beleza para admirar paisagens deslumbrantes. Mas as caminhadas não são a única forma de explorar a natureza intocada deste maciço: as lagoas, por exemplo, também podem ser alcançadas de bicicleta ou de bicicleta.e-bike.

Falando em ciclismo, também é muito famoso escalando Alpe d'Huez, famoso por coincidir com o etapa final do Tour de France. É uma estrada composta por 21 curvas fechadas, ao lado de cada uma delas há uma placa com o nome do vencedor do concurso. Principalmente no verão, não faltam opções de ciclismo, via ferrata e escalada.

Mas obviamente os amantes do relaxamento podem dedicar-se a atividades mais tranquilas, como nadar na piscina oferecida pelas inúmeras instalações de bem-estar, experimentar as maravilhas do spa para uma experiência de autêntico relaxamento e praticar disciplina de yoga nas montanhas, que acima de tudo é fonte de grande bem-estar a nível psicológico e físico. Eu também'andar a cavalo oferece inúmeros percursos disponíveis, e até os mais intrépidos que nunca experimentaram pedalar podem optar por uma viagem diferente do habitual.

Feriados em Alpe d'Huez

Com base no que vimos ao longo deste guia, podemos concluir que Alpe d'Huez é um destino de férias ideal, seja um período passado em família, em companhia alegre ou em casal, à procura de relaxamento e tranquilidade.

No entanto, os principais destinatários desta oferta são pessoas que gostam de viver intensamente as suas férias, podendo escolher todos os dias uma actividade diferente, de acordo com os seus desejos do momento. Porém, não é necessário ser particularmente desportivo, pois as opções são tantas que cada um pode encontrar a sua forma de se divertir, mas sempre em contacto com a natureza.

Como vimos, de fato, afirmar que se trata de um lugar adequado para literalmente todos não é um eufemismo, porque inúmeras possibilidades que a zona oferece, não só em termos paisagísticos, mas também para se dedicar às atividades que cada um considera mais adequadas para si.

Alpe d'Huez é também ideal para quem necessita simplesmente de uma pequena pausa na vida quotidiana ou procura um local para um fim de semana romântico onde passar uma ocasião especial poderá desfrutar ao máximo deste ambiente mágico que só as montanhas são capazes de proporcionar. como presente, independentemente da estação e de quais são suas paixões. Todos poderão desfrutar dos benefícios de uma longa caminhada em direção a um dos numerosos lagos, ou de um passeio a cavalo admirando o maravilhoso panorama do maciço das Grandes Rousses.

Férias de verão em Alpe d'Huez

Se você está pensando em passar férias de verão em Alpe d'Huez, abaixo você encontrará alguns links úteis para encontrar hotéis e apartamentos de férias.

Receba ofertas de verão

Receba as melhores ofertas na serra no verão, em Hotéis, Pensões ou Apartamentos de Férias

    E-mail onde receber ofertas

    Nome e Sobrenome

    Onde você quer ir nas férias? (destino preferencial)



    Dados e avaliação de Alpe d'Huez no verão

    Região: Brasil
    Altitude mínima:1100m de altitude
    Altitude máxima: 3300m de altitude
    Opiniões de Alpe d'Huez: 0 opiniões sobre Alpe d'Huez

    Eu avalio Alpe d'Huez no verão

    Marca: 4.52 su 5 - 21 eleitores
    1 estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
    Carregando ...

    Outros locais recomendados

    Escreva sua avaliação sobre Alpe d'Huez

    Há 0 avaliações sobre Alpe d'Huez no verão

    Escreva sua avaliação sobre Alpe d'Huez

    Encontre ofertas de verão

    As melhores ofertas nas montanhas no verão, em hotéis, pousadas ou apartamentos de férias

      Onde você quer ir nas férias?